FANDOM


OP C028 big

Um Núcleo (コア) é um órgão esférico vermelho possuído por todos os Anjos e Evangelions, servindo principalmente como fornecedor de energia primária. Nos Anjos e em alguns Evas, o núcleo contem também um Motor S². O núcleo é (tipicamente) o único ponto vital dos Anjos e Evas, a menos que seja suficientemente danificado, estas entidades podem receber enormes quantidades de danos sem realmente morrer. Nos Evas que não possuem um Motor S², o núcleo ainda serve como o principal órgão do corpo, de onde vem toda a energia primária, porém, sem o motor, só é capaz de fornecer tal energia de modo limitado.

Um núcleo é muito duro e um tanto resistente a danos, embora um ataque sólido e forte a partir de uma faca progressiva é o suficiente para destruí-lo. Fisicamente, os núcleos são na verdade relativamente frágeis, e quando for danificado os fragmentos das fraturas do núcleo, visualmente iram se comportar como um material cristalino.

O núcleo parece servir uniformemente como o recipiente onde fica contida a alma do Anjo ou Eva.

Em seres com aparência humanoide como Adão, Sachiel, os Evas - e até mesmo Zeruel e Israfel - o núcleo fica exposto na região do plexo solar (abdominal). (Lilith, no entanto, não tem seu núcleo exposto.) O órgão está posicionado partes diferentes em diversos outros Anjos. exemplos:

  • Shamshel: Na região da "Garganta", exposto.
  • Ramiel: Localizado no centro de seu corpo, interno (nunca visto).
  • Gaghiel: Dentro da boca, visível apenas com a boca aberta.
  • Sahaquiel: Localizado no "olho" central, exposto.
  • Arael: Visto entre as asas "braquiais", exposto fora do corpo.

Devido a natureza incomum de Leliel, que parece ser uma superfície plana (em vez de esférica), supõe-se que seu núcleo esteja no centro da parte mais brilhante dentro do espaço tridimensional. Ireul apresenta outro caso estranho, já que ele/ela parece ter o "corpo" composto de muitas entidades microscópicas, levanta-se a seguinte questão: Ou seu núcleo é um núcleo "compartilhado", ou se cada indivíduo possui o seu próprio? A natureza dos núcleos possuídos pelos amorfos Bardiel e Armisael também é desconhecida.

Para as experiências de contato Yui e Kyoko, e para pilotar os Evas, o fim ventral do plugue de entrada é inserido dentro do núcleo. De acordo com preparações feitas antes da experiência de contato de Yui, uma cavidade cilíndrica é escavada para permitir a acomodação do plugue (Episódio 21'). Os núcleos dos Eva também parecem gerar sua própria fonte de LCL (Episódios 20, 23' e 26').

A Unidade Eva 01 exclusivamente possui dois pequenos núcleos como estruturas que se situam em torno de seu núcleo principal. Como está implícito que a Nerv pode alterar ou até mesmo (de alguma forma) fabricar núcleos, os núcleos menores podem ser inserções artificiais, para fins desconhecidos. Uma sugestão é que os núcleos pequenos em torno do núcleo principal servem para um efeito complementar, ou como uma cópia de segurança para o núcleo principal.

No Segundo Impacto, um buraco (ou circulo) negro aparece na região do abdomem de Adão, porém aparentemente menor em tamanho do que o próprio núcleo (OP, 12). Possivelmente relacionado com isso, um círculo negro (esfera?) se manifesta dentro do núcleo da Unidade 01, pouco antes dessa se fundir com a Lança de Longinus (Episódio 26', The End of Evangelion).

Em Rebuild of Evangelion

Eva2-22 C0848 coreunit

Núcleo da Unidade 02 em Rebuild 2.0.

Em Rebuild of Evangelion, o plugue de entrada, como se imaginava, é realmente representado como sendo inserido no núcleo. Dentro da continuidade Rebuild, o núcleo é identificado como sendo a origem do Campo A.T. de Eva, como mostra o gráfico exibido na batalha contra Sachiel identificando o Campo A.T. surgindo, primeiro a partir do núcleo e depois do plugue de entrada da Unidade 01.

Notas

  • Enquanto os personagens consistentemente referem-se ao núcleo como "koa" ("core"), o termo Koukyuu (光球) é por vezes observada em uso. Koukyuu significa "fotosfera" ("uma esfera de luz ou brilho") e é, aparentemente, uma referência as propriedades luminescentes do núcleo.